Quando cruzamos a fronteira dos Estados Unidos para o Canadá, fomos surpreendidos pela arrogância do oficial aduaneiro que nos atendeu, mesmo com todos os documentos em ordem, respostas para suas inúmeras perguntas cheias de pressão psicológica e várias insinuações que éramos vagabundos, meia hora depois , o sujeito devolveu nossos passaportes dizendo: “Welcome to Canadá”, com um sorrisinho bem imbecil, cheio de deboche e amargura, externando toda sua antipatia e insatisfação.

Passamos por muitas fronteiras na América do Sul e na América Central, muitas com má fama, bagunça e desorganização, para entrar nos Estados Unidos, nos fizeram muitas perguntas, passaram o carro no scanner duas vezes… porém, todas as pessoas foram educadas e prestativas, nunca imaginamos que num lugar tão “desenvolvido” passaríamos por tal constrangimento. Depois de engolir a seco a vantagem do abuso de autoridade e do poder em decidir se seguíamos viagem ou não, entramos num país lindo e a segunda pessoa que conhecemos, menos de um dia depois, apagou completamente qualquer má impressão.

Parados no estacionamento do “Subway” um homem nos observava, nós também o observamos, porque ao seu lado no banco do carro havia um cachorro bem simpático. Ele se aproximou e conversamos sobre o carro, a viagem e cachorros, nos passou seu telefone e disse que se precisássemos de algo era só ligar e logo em seguida nos despedimos… Em menos de dois minutos ele voltou e nos convidou para seguir com ele e Rex para sua cabana… porque não? Claro que fomos e chegamos numa linda casa de campo com vista para maravilhosas montanhas.

Durante dois dias conversamos, caminhamos, rimos, nadamos, cozinhamos, contamos e ouvimos histórias, assim descobrimos que atrás daquele simpático cara de sorriso fácil havia um verdadeiro campeão, tanto da vida, como do caráter e no esporte. David Urbanski, é polonês, medalhista olímpico de patinação rápida em 1982, cheio de experiências emocionantes e surpreendentes para contar e nós ficamos encantados em ouvir. Juntos também fomos conhecer o “Waterton National Park” exatamente na fronteira, aquela do oficial azedo… ali tomamos o melhor sorvete de todos os tempos entre lagos, construções singulares e animais, passamos um tempo precioso com nossos amigos: Kuba” como nosso campeão gosta de ser chamado e Rex, o cachorro mais feliz e animado que já conhecemos!

Seguimos para sua casa em Calgary, a cidade vizinha, para conhecer sua esposa e filhos, ver seus troféus e conhecer um pouco mais de sua história, ali nos despedimos e deixamos um cara que o coração não cabe dentro do peito, cheio de carinho e amizade para oferecer, ali deixamos um amigo de verdade.

DCIM100GOPROGOPR3199.DCIM100GOPROGOPR3236.DCIM100GOPROGOPR3248.IMG_6641IMG_6653IMG_6672IMG_6705IMG_6712IMG_6718IMG_6737IMG_6755IMG_6767IMG_6770IMG_6780IMG_6783IMG_6789IMG_6794IMG_6809IMG_6824IMG_6873IMG_6894IMG_6897IMG_6911IMG_6928IMG_6929IMG_6950IMG_6963

IMG_7017IMG_7003IMG_7007IMG_7041IMG_7042IMG_7046IMG_7055IMG_7088IMG_7094IMG_7068IMG_7102IMG_7115IMG_7137IMG_7139IMG_7146IMG_7148IMG_7151IMG_7156IMG_7157IMG_7158IMG_7165IMG_7166

Fomos em direção a turística “Banff” e o tempo não estava lá essas coisas,  correndo contra o tempo e a chuva,  conseguimos ver um pouco da pequena cidade e apreciar os lindos lagos e paisagens.  A maior surpresa veio na estrada, já saindo da cidade, quando vimos uma bola preta no acostamento e  quando ele começou caminhar na nossa direção,  mal podíamos acreditar  que um urso lindo, enorme e tranquilo atravessava na frente do carro e ainda deu uma paradinha para nos olhar! Um misto de euforia e curiosidade tomou conta da gente, não sabíamos se tirávamos fotos e filmávamos ou se simplesmente observávamos o passeio  do imenso garoto.

IMG_7169 IMG_7170 IMG_7184 IMG_7214 IMG_7237 IMG_7254 IMG_7282 IMG_7284 IMG_7285

Ainda dentro do parque nacional, está o magnífico “Lake Louise”, um lago esmeralda que tem como fundo o “Victoria Glacier” e ainda o icônico e luxuoso “Fairmont Chateau”, hospedar-se neste hotel chega a ser uma experiência, claro que para poucos e nós, no momento não fazemos parte deste grupo, mas o restaurante, o jardim e o lobby são abertos ao público. Eu ganhei um garfo do hotel e desde ai, como com ele todos os dias, até um simples ovo frito fica com sabor refinado… foi o mais perto que conseguimos chegar da comida e da nobreza do chateau.

DCIM100GOPROGOPR3307. DCIM100GOPROGOPR3312. DCIM100GOPROGOPR3316. IMG_7350 IMG_7357 IMG_7362 IMG_7374 IMG_7377 IMG_7386 IMG_7402 IMG_7413 IMG_7416 IMG_7418 IMG_7420

“Jasper” está ao norte da “Icefield ParkWay” que é uma das rotas mais espetaculares do mundo, atravessando uma vasta área de beleza desde “Banff”, pelas rochosas, as ” Canadian Rockies”, nos integramos nessa região de montanhas, geleiras, rios e lagos de cores que chegam a ser inacreditáveis, cruzando o “Jasper National Park” que realmente impressiona, com certeza estas devem ser as paisagens mais bonitas do Canadá.

Neste lugar passamos um grande susto, quando paramos para dormir no estacionamento de um hotel dentro do parque, fomos dar uma pequena volta perto de um lago e vimos uma placa dizendo para ter precaução com os ursos e todas as informações para evitar problemas, principalmente não ter comida dentro do carro e nós tínhamos, antes das seis da manhã escutamos um ruído, algo como unhas raspando o vidro, num salto levantamos e vimos um pequeno vulto preto passando ao lado da janela, nessa hora o coração estava na boca e o Sérgio já pulou para o banco da frente para ligar o carro, eu já esperando o urso quebrar o vidro e comer a gente e toda a comida… o barulho se repetiu e desta vez vimos um pássaro enorme que tentava subir no carro. Engolimos o coração de volta e fomos embora, porque queríamos ver ursos naquele dia sim, mas não precisava ser tão de perto.

Sabendo que estavam por ali, começamos uma verdadeira “caçada” às bolas pretas na beira da estrada… normalmente comendo, eles passam despercebidos entre os arbustos, mas não demorou muito para ganharmos outro presente, dessa vez encontramos mamãe e seus dois filhinhos! Cuidadosa ia a frente sem deixar de virar para trás a cada segundo para ver se estava tudo ok, paramos para observar e ela nos olhava com desconfiança, elas são extremamente agressivas e perigosas quando estão com seus filhotes, nunca se engane com a delicadeza da gigante mamãe com seus bebês comendo florzinhas…

DCIM100GOPROGOPR3323. IMG_7440 IMG_7477 DCIM100GOPROGOPR3329. IMG_7499 IMG_7516 IMG_7534 IMG_7542 IMG_7544 IMG_7545 IMG_7549 IMG_7553 IMG_7560 IMG_7586 IMG_7606 IMG_7613 IMG_7642 IMG_7662 IMG_7700 IMG_7707 IMG_7711 IMG_7716

Último país, já em direção ao Alaska, encantados com tanta beleza, ansiosos para as próximas cidades, por mais ursos, mais amigos e mais paisagens de tirar o fôlego. Daqui seguimos pela “Alaska Highway ” com muitos lugares interessantes e muita vida selvagem, a estrada tem uma história muito interessante cortando todo Canadá, até o próximo post pessoal!