CHEGANDO NO CANADÁ

Quando cruzamos a fronteira dos Estados Unidos para o Canadá, fomos surpreendidos pela arrogância do oficial aduaneiro que nos atendeu, mesmo com todos os documentos em ordem, respostas para suas inúmeras perguntas cheias de pressão psicológica e várias insinuações que éramos vagabundos, meia hora depois , o sujeito devolveu nossos passaportes dizendo: “Welcome to Canadá”, com um sorrisinho bem imbecil, cheio de deboche e amargura, externando toda sua antipatia e insatisfação.

Continue lendo

DESPEDIDAS & YELLOWSTONE

“Craters of the moon”, essa  surpresa apareceu no nosso caminho quando seguíamos por Idaho, encontrar um oceano de lava coberto por milhares de flores multicoloridas  não acontece todos os dias!  Com caminhadas leves e uma paisagem totalmente diferente de tudo que se pode imaginar esse parque nos surpreendeu muito, foi uma pena que não pudemos conhecer as cavernas de lava,  que por algum motivo estavam fechadas neste dia, mas a estrada e toda região eram  maravilhosas. Sempre saímos das estradas principais ,  o caminho nunca é o mais curto, mas sem dúvida sempre é o mais bonito,  se tratando dos Estados Unidos é o maior desperdício passar rápido por qualquer lugar.

Continue lendo

DEATH, SEQUOIA & YOSEMITE

Depois de Vegas, caímos no deserto, a estrada bem bonita nos levou ao parque mais desolado dos Estados Unidos, na entrada somente a placa  e um pequeno quiosque com mapas indicava que o “Death Valley National Park”  iniciava ali. O nome assustador pode realmente indicar problemas, no verão as temperaturas chegam aos 46 graus, é um dos lugares mais quentes do planeta e um dos lugares mais secos dos Estados Unidos, combustível, hoteis e restaurantes não existem por ali e os desavisados realmente podem ter sérias complicações.  As paisagens são incríveis; Salares , canyons e montanhas coloridas… um cenário natural de impressionar. Passamos a noite dentro do parque, numa noite estrelada e solitária,  e mais uma vez nosso único companheiro era o silêncio.

Continue lendo

CAPITOL, BRYCE & VEGAS

Depois de muita estrada, escolhemos um lugar para dormir,  “Factory Butte” um vale desértico de rochas acinzentadas  próximo ao “Capitol Reef National Park”, a paisagem  era solitária  e surreal, mas o que mais nos impressionou foi encontrar mais  um banheiro limpo e com papel higiênico no meio do nada. Desta vez a organização americana nos surpreendeu ainda mais, pontualmente às sete da manhã escutamos um carro estacionar e quando olhamos para fora, vimos uma senhora descendo da pick-up com vassouras e produtos de limpeza, acompanhada de seus dois cachorros, dia sim, dia não, ela passava  para a manutenção do banheiro.  Um banheiro limpo no meio do deserto já é algo irreal e uma pessoa que passa para limpar é quase inacreditável, agradinhos de primeiro mundo…

Continue lendo

CANYONLANDS

A aventura do dia começou na cidade de “Blanding”, queríamos seguir em direção ao “Canyonlands National Park”, que é muito grande,  por isso é  dividido em quatro setores, o objetivo era  chegar em “The Needles” uma parte mais remota e com pouco turismo.  O céu estava com muitas nuvens e pela estrada alternativa que gostaríamos de seguir,  teríamos que atravessar um “passo” de montanha, então paramos no pequeno centro de visitantes da cidade para saber sobre o clima e as condições da estrada.

Continue lendo

« Posts antigos
Translate »